Ítrio

Informações Gerais

     O Ítrio é um metal prateado, brilhante e relativamente estável ao ar. O metal torneado, queima ao ar em temperaturas superior a 673K, e quando finamente dividido é muito instável ao ar.

     Ele é um metal de transição e pertence ao grupo 3 da tabela periódica.

     Em 1788, Lientenant Arrhenius, encontrou um mineral preto numa pedreira na pequena cidade de Ytterby, próximo a Estocolmo, e observada por ele como um novo mineral o qual deu-lhe o nome de "ytterbite"(Iterbita).

     Seis anos mais tarde, em 1794, o mineralogista finlandês Johann Gadolin, examinou uma amostra de Iterbita, concluíndo que esta continha um novo elemento, confirmado por Anders Gustav Ekeberg. Ele provou que o mineral continha "beryllia" (descoberto por Vanquelin) e um novo elemento ao qual chamou de "ítrio".

     Em homenagem a Gadolin, a iterbita passou a ser conhecida como gadolita - Y2FeIIBe2(SiO4)2O2.

     Nome do Elemento: Ítrio
     Símbolo Químico: Y
     Número Atômico (Z): 39
     Peso Atômico: 88,90585
     Grupo da Tabela: 3 (IIIB)
     Configuração Eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s2 4p6 4d1 5s2
     Classificação: Metal de Transição
     Estado Físico: Sólido (T=298K)
     Densidade: 4,472 (g/cm3)
     Ponto de Fusão (PF): 1799,0 K
     Ponto de Ebulição (PE): 3609,0 K

Origem do Nome

     Homenagem a vila "Ytterby" perto de Vaxholm, na Suécia.

Histórico

     1794 – O mineral ítria (óxido de ítrio) foi identificado por Gadolin.

     1828 – Wholer obteve o elemento impuro, pela redução do cloreto anidro com potássio.

Disponibilidade

     A ocorrência de ítrio se dá em quase todos os minerais de terras raras. Pedras lunares mostraram um razoável teor de ítrio.

     Comercialmente, é obtido da areia monazítica, que contém cerca de 3% de ítrio ou da bastnasita (fluorcarbonato de metais de terras-raras), que contém cerca de 0,2%.

Produção

     Entre outras técnicas, a produção comercial é feita pela redução do fluoreto com cálcio metálico (2YF3 + 3Ca ® 2Y + 3CaF2).

Aplicações

     Os compostos YVO4 e Y2O3 são usados em fósforos para dar cor vermelha em cinescópios.

     Óxido de ítrio com ferro é usado em filtros de microondas.

     Y3Fe5O12 tem propriedades magnéticas e é usado como transdutor de som.

     Y3Al5O12 tem dureza de 8,5 e pode ser usado para polimento como substituto para o diamante em alguns casos.

     Em pequenas proporções, 0,1 a 0,2%, pode ser usado para reduzir o tamanho do grão de cromo, molibdênio, zircônio e titânio. Também para aumentar a resistência de ligas de alumínio e de magnésio.

     Usado como desoxidante para o vanádio e outros metais não ferrosos. Também na produção de ferro fundido nodular.

     Como catalisador para a polimerização do etileno.

     Usado também em alguns tipos de lasers.

     Pesquisa-se o emprego do óxido na fabricação de vidros especiais, de alta resistência e baixa expansão térmica.