Lítio

Informações Gerais

     O lítio é um dos metais mais macios, com uma densidade próxima à metade da densidade da água. É o primeiro elemento do grupo dos metais alcalinos, difere significativamente dos outros elementos do seu grupo. As diferenças têm origem, em parte, no pequeno tamanho do cátion Li+. O lítio é sólido, de cor prateada, tornando-se cinza quando exposto ao ar; não ocorre livre na natureza, devido à sua alta reatividade. À partir da II guerra mundial, a produção de lítio e de seus compostos cresceu consideravelmente devido às suas variadas aplicações.

     O lítio foi descoberto por Johan August em 1817, durante a análise do mineral petalita - LiAl(Si2O5)2. Mais tarde, descobriu lítio em outros minerais: espodumênio - Li2O.Al2O3.4SiO2 e lepidolita -K2O.Li2O.2Al2O3.6SiO2.2H2O. Em 1818, G. Gmelin observou que os sais de Lítio queimavam com chamas vermelho-brilhantes. Nem Gmelin e nem Arfvedson isolaram o elemento lítio de seus sais. Os primeiros a isolarem o lítio, foram W. T. Brande e Sir Humphrey Davy através da eletrólise do óxido de lítio (Li2O). Em 1855, Bemsen e Mattiessen, isolaram grandes quantidades do metal pela eletrólise do cloreto de lítio (LiCl).

     Em 1823, a primeira produção comercial do lítio metálico foi realizada pela Mellgesellschaft AG, na Alemanha, usando a eletrólise de uma mistura fundida de cloreto de lítio (LiCl) e cloreto de potássio (KCl).

     Nome do Elemento: Lítio
     Símbolo Químico: Li
     Número Atômico (Z): 3
     Peso Atômico: 6,941
     Grupo da Tabela: 1 (IA)
     Configuração Eletrônica: 1s2 2s1
     Classificação: Metal Alcalino
     Estado Físico: Sólido (T=298K)
     Densidade: 0,535 g/cm3
     Ponto de Fusão (PF): 453,69 K
     Ponto de Ebulição (PE): 1615,0 K

Origem do Nome

     O nome Lítio vem da palavra grega "LITHUS", que significa pedra.

Histórico

     1817 – Johan August descobriu o lítio durante a análise do mineral petalita - LiAl(Si2O5)2. Mais tarde, descobriu lítio em outros minerais: espodumênio - Li2O.Al2O3.4SiO2 e lepidolita - K2O.Li2O.2Al2O3.6SiO2.2H2O.

     1818 – G. Gmelin observou que os sais de Lítio queimavam com chamas vermelho-brilhantes. Nem Gmelin e nem Arfvedson isolaram o elemento lítio de seus sais. Os primeiros a isolarem o lítio, foram W. T. Brande e Sir Humphrey Davy através da eletrólise do óxido de lítio (Li2O).

     1823 – A primeira produção comercial do lítio metálico foi realizada pela Mellgesellschaft AG, na Alemanha, usando a eletrólise de uma mistura fundida de cloreto de lítio (LiCl) e cloreto de potássio (KCl).

     1855 – Bemsen e Mattiessen, isolaram grandes quantidades do metal pela eletrólise do cloreto de lítio (LiCl).

Disponibilidade

     Não é encontrado livre na natureza. Os principais minérios são: lepidolita (fluossilicato hidratado de alumínio, lítio e potássio), espodumênio (silicato de alumínio e lítio, LiAl(Si2O6), o mais importante), petalita (silicato de alumínio e lítio) e ambligonita (fluorfosfato de alumínio e lítio).

     A abundância na crosta terrestre é cerca de 20 ppm.

Produção

     LiAl(Si2O6) reage com ácido sulfúrico, produzindo o sulfato, Li2SO4. Este reage com carbonato de sódio, produzindo o carbonato, Li2CO3. E, com ácido clorídrico, forma-se o cloreto, LiCl.

     O metal é obtido pela eletrólise do cloreto fundido, misturado com cloreto de potássio (KCl) para reduzir o ponto de fusão.

Aplicações

     É o sólido de maior calor específico e, por isso, encontra aplicações em processos de transferência de calor, mas é corrosivo e precisa de manipulação especial.

     Usado como agente de liga em compostos orgânicos sintéticos.

     Hidreto de lítio é um poderoso redutor e é usado como fonte de hidrogênio.

     Empregado em baterias devido ao elevado potencial eletroquímico.

     Vidros e cerâmicas especiais têm adição de lítio.

     Cloreto e brometo de lítio são materiais altamente higroscópicos e, por isso, usados em sistemas de secagem industriais. Solução de brometo de lítio é usada como absorvente em equipamentos de refrigeração por absorção. Carbonato de lítio é usado como tranqüilizante e no tratamento de algumas doenças mentais.

     Usado em lubrificantes (graxas) de alto desempenho.